Museu Virtual EXEA lança exposição sobre a Fortaleza de Santa Catarina

Museu Virtual EXEA lança exposição sobre a Fortaleza de Santa Catarina

Márcia Dementshuk - Jornalista

1 de fevereiro de 2022 18:00:00

Em formato de “timeline”, a exposição ressalta fatos desde a construção até os dias atuais.

O Museu Virtual Marítimo do Extremo Oriental das Américas - Exea lança a exposição Timeline Fortaleza de Santa Catarina, monumento tombado pelo Patrimônio Histórico, localizado em Cabedelo, Paraíba. Com um formato diferenciado de exposição, a timeline está organizada cronologicamente, evidenciando fatos históricos relevantes, desde a construção até os dias atuais. Cada destaque tem o seu conteúdo específico ampliado e está linkado ao banco de dados do Museu Virtual EXEA. A exposição está acessível gratuitamente no site museuexea.org.


Por ser um museu virtual, o Exea instiga novas sensações e experiências para o visitante, nesse sentido, a Timeline Fortaleza de Santa Catarina é um formato de exposição inovador. O lançamento é marcado pela live transmitida pelo canal do Museu Exea no Youtube, apresentada por Giovanna Wanderley, Coordenadora de Apoio Jurídico e de Relações Interinstitucionais do Exea, mediando as conversas com os idealizadores da exposição, os historiadores Leandro Vilar Oliveira, Editor-Chefe da Editora Exea e George Henrique, Coordenador de Acervo e Pesquisa.


O esforço de pesquisa para a montagem do conteúdo atualiza a história da Fortaleza de Santa Catarina. A exposição preenche lacunas temporais cuja ausência nos livros foi verificada pelos pesquisadores. Segundo Leandro Vilar, os livros publicados sobre o tema são datados das décadas de 1970 e 1980. Depois disso, apenas artigos acadêmicos abordam a fortificação. “Um dos períodos é entre a saída dos holandeses, em 1654 e o retorno deles, que se deu em 1817. O que ocorreu durante esses duzentos anos? A timeline registra”, salienta Vilar.


George Henrique enfatiza que “a Fortaleza de Santa Catarina é uma das maiores estruturas em questão de patrimônio histórico não só do estado da Paraíba como também do Brasil. É um dos monumentos militares mais importantes do Nordeste brasileiro, palco de batalhas, revoluções, bastião de vigília do estado, pois, todas as embarcações que alcançavam o rio, do mar, deveriam passar por ele.”


Os conteúdos apresentados na timeline estão apresentados de forma condensada por ser uma característica do formato “timeline”. A fortaleza de Santa Catarina é tombada pelo patrimônio histórico nacional em 24 de maio de 1938 e tem mais de 400 anos de existência, com extensa memória. A exposição é um recurso importante para o conhecimento da relevância histórica do forte tanto para a região, quanto para o Brasil. Quem não pode estar presencialmente no local tem a oportunidade de conhecer essa história virtualmente.


Um forte com vários nomes


Dentre as curiosidades abordadas na Timeline Fortaleza de Santa Catarina, está a mudança dos nomes dados à fortaleza, ao longo do tempo.


Leandro Vilar revela que no século XVI, quando foi construída, a fortaleza era chamada por Forte Cabedelo. “Forte” porque essa é a denominação para construção pequena, pois naquela época o forte era menor. Depois, foi chamada por “Forte do Matos”, em referência a um dos capitães que a liderou. Os holandeses, durante sua ocupação, chamaram por Forte Margarida, “por que um nome tão aleatório?”, questiona Leandro. “Veremos na timeline!” Depois voltou a ser Forte Cabedelo. No século XVIII a construção foi ampliada e adquiriu a alçada de “Fortaleza de Santa Catarina”, a padroeira da capela construída dentro da Fortaleza.


Exea é fonte de pesquisa


As fontes usadas para a construção desta timeline foram documentos manuscritos, tipográficos, como folhetos, boletins, livros; documentos digitalizados que se encontram na Hemeroteca da Biblioteca Nacional e no Arquivo Nacional. “Com base nessas fontes, fizemos trabalho de análise, comparativo, para ordenar o conteúdo da exposição”, afirma George Henrique.


O EXEA reúne um banco de dados e um acervo de cada exposição e também de temas relacionados ao oceano Atlântico. Isso faz do Exea uma fonte de pesquisa para estudos em qualquer nível, desde o ensino básico até o acadêmico.


________________________

Exposição Timeline Fortaleza de Santa Catarina

Acesso: https://www.museuexea.org/

Data de início: 02 de fevereiro de 2022

________________________


Texto:

Márcia Dementshuk - Jornalista
Serviço de imprensa do Exea

O Museu Marítimo EXEA é um museu sustentável, que se utiliza do mundo virtual para promover a salvaguarda do patrimônio cultural marítimo associado à relação do ser humano com o Oceano Atlântico.